Como encontrar quase tudo no YouTube

158

tela youtube

O número de visualizações que os vídeos do YouTube recebem em um só dia já está nos bilhões atualmente, com centenas de horas de novo conteúdo enviado a cada minuto, enquanto, há 12 anos, quando o Facebook foi lançado, era preciso um mês para alcançar isso. Pesquisar em meio a esse dilúvio de vídeos pode ser mais difícil do que pesquisar na internet inteira, então aqui vai um guia útil para encontrar aquele vídeo esquisito da Mulher Maravilha que você encontrou em 2007 e no qual não consegue parar de pensar, mas nunca conseguiu ver de novo. Contanto que ainda esteja no YouTube, é claro.

Questões básicas da pesquisa

etx00kip5cveo4mn6ceb

É impossível você não ver a caixa de pesquisa do YouTube, lá em cima, no topo da página. Mas você pode acabar deixando passar os filtros que aparecem na página de resultados. Eles cobrem época do upload, duração do vídeo, qualidade do vídeo e são particularmente convenientes quando você quer encontrar os clipes mais recentes em um mar de conteúdo. Configure os filtros para hoje ou até mesmo para a última hora, se estiver procurando por um trailer de filme que acabou de ser lançado e estiver tentando evitar todos os vlogs de duas semanas atrás filmados na expectativa do lançamento de tal trailer. Para salvar um vídeo para ver depois sem deixar a página de resultados, clique nos três pontinhos adjacentes ao seu vídeo preferido e adicione-o à sua lista de “Assistir mais tarde”.

Se quiser ver o mais recente dos conteúdos que o YouTube tem a oferecer, então configure a coluna de organização (à extrema direita) para “Data de envio” — alertamos, no entanto, que isso vai trazer um monte de vídeos de menor qualidade para termos de pesquisa populares. Para ver vídeos que já são um sucesso no YouTube, use as opções “Contagem de visualizações” ou “Avaliação”.

Embaixo da coluna “Características”, você vê filtros que pode usar para encontrar tipos de conteúdo particulares, como vídeos em 4K, que vão ter aparência excelente na sua televisão enorme, ou clipes com licença Creative Commons, que você pode usar em seus próprios projetos, sem ter que pagar royalties. O filtro “Duração” também é útil, independentemente de você ter pouco ou muito tempo para gastar assistindo a vídeos.

Use operadores de busca para refinar a pesquisa

z3p5ozcp1fnlrvswjrda

Assim como no Google, você pode acrescentar operadores de busca às suas pesquisas no YouTube, embora eles não sejam tão amplamente divulgados. Por exemplo, suas palavras-chave normalmente estão combinadas com o título, as tags e a descrição. Mas se você acrescentar “intitle:” em frente à sua pesquisa, o YouTube mostra resultados que combinem apenas com o título do vídeo.

Também assim como no Google, você pode colocar palavras-chave entre aspas para buscar frases exatas, além do símbolo (+) em frente das palavras que você definitivamente quer encontrar, e um (-) próximo a palavras-chave que você quer excluir (essa última opção é particularmente útil quando você está procurando por algo obscuro e está recebendo um monte de resultados irrelevantes).

Buscando em inglês, você pode até acrescentar filtros depois de uma vírgula no fim de sua pesquisa e combiná-las: procure por “trees, today, spherical”, para encontrar vídeos em 360 graus de árvores enviados hoje, por exemplo. Outros filtros comuns incluem: Channels, film, show, short, long, 4k, HD, cc, creativecommons, 3D, live, purchased, spherical, hour, today, week, month e year.

Use canais e playlists para evitar vídeos ruins

uclyghj13rph8rouxguz

Às vezes, o melhor caminho até o vídeo que você procura é por meio de um canal ou playlist, em vez de uma busca geral, particularmente se o vídeo que você quer recebeu uma descrição ruim ou foi marcado, ou se houver um monte de vídeos idênticos por aí (sempre que queremos uma versão oficial, livre de problemas e autêntica de um trailer de filme, vamos ao canal oficial de determinado estúdio de filmes).

Você pode encontrar canais e playlists a partir do menu principal de filtros, mas é preciso um pouco de criatividade — portanto, supor quem esteja publicando os vídeos que você quer ver em vez de buscar por títulos e palavras-chave especificamente. Lembre-se que os canais também têm sua própria caixa de busca, na página inicial do canal, limitada apenas ao canal.

Você deveria se inscrever em canais de que gosta. Se tiver um bom equilíbrio, pode acabar não precisando pesquisar tanto assim no futuro, com todos os vídeos de seu interesse aparecendo diretamente em sua página inicial no YouTube sempre que você acessar o site (você pode até receber alertas para quando vídeos novos aparecem, clicando no ícone de notificação à direita da página inicial do canal).

Pesquise no YouTube fora do YouTube

k0jxmypd15kgfcvl84fu

Você não precisa fazer todas as suas buscas de YouTube dentro do YouTube. Isso é especialmente contraprodutivo quando você está procurando por vídeos mais antigos. O Google, dono do YouTube, tem uma aba “Vídeos” em sua página de resultados, mas você não precisa sequer usar isso se você incluir “vídeos” ou “YouTube” em sua busca inicial. Seja criativo com seus termos de pesquisa e você poderá rapidamente encontrar algumas joias escondidas.

Você também tem acesso a todos os recursos comuns de busca do Google, como a opção de limitar os resultados por data, sob o menu “Ferramentas”, ou a “Pesquisa avançada”, embaixo da aba “Configurações”, que inclui limites geográficos, entre outras opções. Assim como no próprio YouTube, você pode incluir e excluir termos de busca com um (+) ou um (-).

Agora lá vem a surpresa: o Bing é na verdade melhor para encontrar vídeos do YouTube do que o Google. Digite seus termos de busca e clique na aba “Vídeos”. A interface é melhor do que a oferecida pelo Google. Você pode ver buscas relacionados no topo da tela e salvar rapidamente resultados em que você tem interesse de checar novamente depois.

Fonte: Gizmodo

Sua opinião é muito importante: