Exposição com obras de Pierre de Freitas homenageia artista

167

Site_materia_565x420pxl-01 (1)

 

 

A partir da próxima quarta-feira (21/06), o Tribunal de Justiça do Tocantins irá apresentar mais uma edição do projeto TJ Cultural, desta vez com exposição de 16 telas do artista plástico Pierre de Freitas. O evento de abertura para o grande público e com entrada gratuita, acontecerá às 17h do dia 21 de junho, no Hall do Tribunal de Justiça, na Praça dos Girassóis. As obras, em acrílico sobre tela, estarão disponíveis à visitação do público até o dia 3 de agosto.

 

TJ Cultural

 

O Projeto TJ Cultural teve início em 2014, como parte das comemorações dos 25 anos do Poder Judiciário do Tocantins, com o objetivo de promover a cultura por meio de apresentações artísticas, exposições de obras de arte e eventos culturais. As apresentações acontecem no Hall do Tribunal de Justiça, como forma de valorizar a arquitetura do prédio histórico Palácio Rio Tocantins. Revitalizado em 2016, o novo Hall do TJ oferece um ambiente agradável aos visitantes e propício à apreciação de todas as formas de arte.

A exposição póstuma Os Jardins de Pierre de Freitas reúne 16 telas do artista plástico, que faleceu no início deste ano.

 

O artista

Pierre620

Pierre de Freitas Júnior, brasileiro, natural de Brasília-DF, graduou-se em Artes Visuais com Habilitação em Pintura pela Universidade Federal de Goiás, formou-se em Conservação do Patrimônio Histórico, no Museu Antropológico, também pela UFG. Participou de seis intervenções urbanas, doze exposições coletivas e trinta e uma exposições individuais, dentro e fora do Brasil. Foi desenhista e arquivador de imagens do Museu de Antropologia de Goiás, coordenador de diversas exposições e seminários de arte, professor de Artes Plásticas e História da Arte no Colégio Marista, Colégio Olimpo e Colégio Interação – Vozes Ativas, em Palmas. Professor de pintura em várias escolas e cursos nacionais, professor responsável pela implantação do Curso de Artes no Centro de Criatividade de Palmas, coordenador do Programa do Artesanato Brasileiro no Tocantins, coordenador de Artes Plásticas, Visuais e Artesanato da Fundação Cultural do Tocantins, presidente da Fundação Cultural de Palmas, idealizador e coordenador do projeto “A Escola vai à Galeria”, do SESC, idealizador, coordenador e promotor do projeto “Arte na rua”. Foi militar da Legião Estrangeira, palestrante, entusiasta e engajado em movimentos culturais, agraciado com o título de Cidadão Tocantinense, tatuador, apaixonado pela arte e pela vida.

 

Pierre, além de um grande artista, que viveu intensamente e influenciou consideravelmente a cultura da cidade de Palmas, era uma personalidade de destaque, admirado por seus alunos e amado pelos amigos e familiares.

Sua opinião é muito importante: