Usuários do Naturatins terão novo atendimento ambiental

206

 

 

352711_1000

O Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins), informa aos usuários que necessitam de esclarecimentos sobre demandas através de ofícios de pendências, seja documental ou técnica, com destaque para os processos da Agenda Verde e Agenda Marrom, como Autorização de Exploração de Florestas (AEF), Licenças Ambientais, Autorizações Ambientais, regularização do Cadastro Ambiental Rural (CAR), dentre outros, que o atendimento ambiental passa por mudanças, as quais vão contribuir para melhoria no atendimento.

 

As novas medidas no atendimento fazem parte do Programa Simplifica Verde, instituído recentemente pelo Instituto. As mudanças oferecerão ao usuário, empreendedor e ao consultor,celeridade à tramitação dos processos, além de ampla segurança jurídica.

 

O vice-presidente do Instituto, Edson Cabral, adiantou que para a implantação do novo serviço de atendimento ambiental, o Naturatins estará inicialmente realizando ajustes para que o serviço seja realizado por processo de agendamento, incluindo a participação do Técnico responsável pela análise. Haverá também uma ficha de acompanhamento, além de um espelho sobre a tramitação do processo.

 

“Nossa intenção é que a dúvida ou a consulta seja feita através de e-mail e/ou agendamento por telefone. Nestes primeiros dias estamos atendendo conforme demanda e por ordem de chegada”. O vice-presidente explicou que considerando as alterações no horário de atendimento do Naturatins, os departamentos ficaram sem horário para esclarecer dúvidas e dar orientações aos empreendedores, em especial, aos consultores que são os responsáveis técnicos dos projetos que são analisados pelo órgão ambiental.

 

Para o diretor de Administração e Finanças do Naturatins, João Ricardo Araújo, a nova forma de atender o usuário visa à melhoria dos serviços do Instituto, no sentido de desafogar os setores envolvidos. “Servirá tanto para esclarecimento de dúvidas, consultas de processos, esclarecimentos de pendências, acompanhamento e gerenciamento de demandas, dentre outros. Esta é uma iniciativa do Programa Simplifica verde”, lembrou.

Online

 

Está previsto para breve que os procedimentos de baixa complexidade possam ser expedidos de forma online e/ou declaratória. Para que isso ocorra está sendo realizado um mapeamento dos processos, além da força-tarefa de Tecnologia de Informação (TI), que está ajustando os sistemas de informática para adequar as novas medidas. Conforme anexo da Instrução Normativa nº 001/17, aproximadamente 20 procedimentos serão resolvidos por serviços online.

 

As mudanças vão favorecer a equipe técnica melhores condições de trabalho. Além de oportunizar aos usuários tirarem suas dúvidas e receberem as orientações, preferencialmente, antes de protocolar os processos.

 

O vice-presidente do Naturatins, Edson Cabral, chama a atenção dos usuários e consultores para que contribuam para que o Instituto alcance a realidade tecnológica, cumprindo com sua nobre missão de preservar o patrimônio ambiental. “Queremos criar condições favoráveis para que os nossos empreendimentos cumpram com o principio básico do Desenvolvimento Sustentável, que é garantir às futuras gerações, um ambiente adequado e justo para a qualidade de vida”, concluiu.

Sua opinião é muito importante: