Maternidade estaria sem lençóis, roupas e cirurgias prejudicadas

164

maternidade dona regina

Gestantes que esperam para dar à luz no Hospital Maternidade Dona Regina, em Palmas, denunciam a faltam lençóis, roupas e tecidos. Por causa disso, cirurgias estariam sendo prejudicadas. Uma mulher que deu entrada na unidade nesta segunda-feira (26) conta que os médicos estão querendo transferi-la para Gurupi, a 230 quilômetros de Palmas.

Ela afirma que está passando da hora de ter o filho e precisa fazer uma cesariana. “Tem eu e outra aqui para transferir para outra cidade porque não está tendo material para fazer parto aqui. Eles querem me levar para Gurupi”, disse.

Uma amiga da mulher, que também está gestante, diz estar preocupada com a situação da unidade.

“Assim como está acontecendo com elas pode acontecer comigo também. A qualquer momento vou precisar desse serviço, tenho gravidez de risco e meu medo está grande. Temos que denunciar para não sofrer depois e perder nossos filhos”, disse a funcionária pública Ellyonai Aires Batista.

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) disse, em nota, que o Dona Regina é “uma unidade porta-aberta e que continua recebendo gestantes que necessitam de atendimento de alta complexidade.”

A Sesau disse que o serviço de rouparia está prejudicado porque a máquina de lavar está passando por manutenção corretiva. A secretaria negou que gestantes estejam sendo transferidas para unidades do interior.

Fonte: G1 Tocantins

Sua opinião é muito importante: