Profissionais são qualificados para atendimento à vítima de violência sexual no Dona Regina

230

Verônica Veríssimo/Governo do Tocantins

????????????????????????????????????

Voltado para profissionais do Hospital e Maternidade Dona Regina (HMDR), o curso do Serviço de Atendimento à Pessoa de Violência Sexual (Savis) visa capacitá-los para que proporcionem às vítimas um melhor atendimento e acompanhamento. O curso teve início na última segunda-feira, 26, e segue até a próxima quinta-feira, 29, com a participação de 36 profissionais.

“Os profissionais precisam ser capacitados para reconhecer os sinais/sintomas desse paciente que sofre violência e que precisa ser acolhido. No curso também é discutido sobre a importância do sigilo da ética”, destacou a coordenadora do Savis, Zelma Moreira, acrescentando que o hospital é referência em atendimento à pessoa em situação de violência sexual e que o curso acontece pelo menos quatro vezes ao ano e está sendo certificado pela Escola Tocantinense do SUS (Etsus) com 30 horas.

“Por meio dessas qualificações os profissionais se sentem mais preparados na hora do acolhimento e identificação dessas pessoas. Há troca de experiência e informações”, destacou a assistente social do Savis, Janethe Moreira Arraes.

A defensora pública, Elydia Monteiro, que participa do curso, o papel da Defensoria se inicia desde o acompanhamento e encaminhamentos até as medidas judiciais que devem ser adotadas para que não ocorram incidências nos casos.

Saiba mais

O papel do Conselho Tutelar e do Ministério Público frente as situações de violência sexual com crianças e adolescentes, entre outros assuntos, estão sendo debatidos no encontro.
A capacitação conta com parceiros como membros do Conselho Tutelar e da Delegacia da Mulher, Defensoria Pública do Estado (DPE-TO).

Sua opinião é muito importante: