Estudantes de Natividade recebem capacitação para vacinadores contra brucelose

280

 

IMG-20170630-WA0033

Com o objetivo de erradicar a brucelose no Tocantins, Agência de Defesa Agropecuária (Adapec), em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) finalizaram nesta sexta 30, no município de Natividade, o curso de capacitação “Manejo e aplicação de vacina contra a Brucelose” com a participação de 30 alunos do Colégio Estadual Agropecuário de Natividade.

Durante o curso os alunos receberam informações teoricas e práticas sobre a brucelose e como proceder à vacinação dos animais. Foram abordadas tematicas como: conhecimento da legislação, informações sobre a brucelose, cuidados com a vacina, aquisição, transporte, armazenamento, conservação, manuseio e aplicação da vacina em animais e o uso correto do ferro candente para marcar os animais.

O presidente da Adapec, Humberto Camelo, ressaltou que esta qualificação para os alunos do colégio agropecuário contribui com a formação dos estudantes, que a partir de agora poderão cadastrar como auxiliares de vacinadores em equipes de médico veterinários. “A qualificação de pessoas como auxiliares de vacinadores é também importante para a errarradicação da brucelose no Tocantins”, disse o presidente.

“A brucelose é uma zoonose, ou seja, pode ser transmitida ao homem, por isso, é importante que as pessoas conheçam os riscos que ela pode trazer para à saúde humana,” ressaltou a inspetora de defesa agropecuária da Adapec e instrutora do curso, Maria de Fátima Gomes Barbosa.

O curso encerrou na tarde desta sexta-feira, com a aula prática de vacinação de 100 bezerras neste último dia da primeira etapa da campanha de vacinação contra brucelose no primeiro semestre de 2017. “A vacina é o metódo de prevenção mais eficaz contra a zoonose, mas é preciso que o aplicador tenha a qualificação para exercer este serviço”, finalizou Maria de Fátima.

Após a capacitação os participantes aprovados receberão o certificado de auxiliar de vacinador e deverão se cadastrar junto a uma equipe de um médico veterinário do Programa Nacional de Controle e Erradicação da Brucelose e da Tuberculose – PNCEBT, para posteriormente, exercerem a profissão. É importante destacar que mesmo sendo formado como auxiliares de vacinador, o atestado de vacinação será sempre assinado por um médico veterinário cadastrado junto a Adapec.

Sua opinião é muito importante: