No TO: Ouvidoria recebeu 1.596 denuncias eleitorais desde 2015

169

O Ouvidor Regional Eleitoral do Tocantins e juiz membro, Agenor Alexandre apresentou à Corte Eleitoral durante sessão na última terça-feira (26/6), o Relatório da Ouvidoria, contendo as ações realizadas pela unidade durante a Gestão 2015 – 2017.

TRE-TO

O crescimento da Ouvidoria foi destacado pelo magistrado, que atribuiu a evolução, ao trabalho árduo de todos. “É uma satisfação grande ter feito parte desta ouvidoria, e ter feito este trabalho, há projetos ainda a serem desenvolvidos e quem for assumir a ouvidoria já tem todo um organograma desses trabalhos”, afirmou, em tempo que também destacou a colaboração e disposição da presidente, membros e servidores no apoio aos projetos da Ouvidoria.

A Ouvidoria atua como um canal de comunicação direta entre o Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins (TRE-TO) e a comunidade, através de atendimento pessoal, telefônico, eletrônico ou por correio convencional, servindo como importante instrumento de fortalecimento da cidadania, dentro de uma linha de gestão participativa.

Durante o biênio 2015 – 2017 a Ouvidoria realizou 11.601 atendimentos, sendo 9.697 de atendimento ao cidadão, 1.596 de denúncia, 207 de acesso à informação, 73 de reclamação, 13 de elogio, 11 de sugestão e 4 de crítica.

Além dos atendimentos, a Ouvidoria Eleitoral realizou no biênio 2015/2017 audiências públicas, no interior do Estado, com o objetivo de divulgar as recentes alterações das normas eleitorais e os respectivos impactos no pleito de 2016, tendo como público candidatos e participantes do processo eleitoral. Em 2017, realizou audiências em universidades, com o tema “Lei de Acesso à Informação e o Exercício da Cidadania”.

Em 2016 durante Audiências Públicas da Ouvidoria em 10 zonas eleitorais, cerca de 700 cidadãos foram assistidos. Neste ano de 2017 as audiências em universidades levou informação para 618 alunos.

O Ouvidor Agenor Alexandre também participou de eventos nacionais que discutiram melhorias para a atuação das ouvidorias, como a VIII e a IX Reunião do colégio de Ouvidores da Justiça Eleitoral e o XVIII e o XIX Congresso Brasileiro de Ouvidores.

Confira o Relatório da Ouvidoria 2015 – 2017.

Atuação na Biometria

A presidente Ângela Prudente entregou nesta quinta-feira (29/6), uma placa de homenagem ao ouvidor eleitoral, juiz Agenor Alexandre e equipe, pela contribuição dos serviços prestados durante a 4ª e 5ª fases do Cadastramento Biométrico dos eleitores.

O trabalho da ouvidoria foi destacado pela presidente. “Agradeço toda a equipe pelo empenho no apoio de informações e atendimentos. A Justiça Eleitoral não trabalha apenas para as eleições, tem também o trabalho de cidadania, atendimento e conscientização do eleitor e vocês estão fazendo isso muito bem”, elogiou.

“Agradeço toda equipe pelo empenho que executam as tarefas do dia a dia dando conceituação à Ouvidoria frente aos demais Estados. Tivemos vários elogios graças a administração da desembargadora Ângela, que sempre nos deu aval para levarmos a justiça para lugares afastados”, destacou o Ouvidor Agenor Alexandre.

Sua opinião é muito importante: