Adapec promove capacitação de barreira volante zoofitossanitária

48

 

Foto Delfino Miranda (1)

Entre os dias 5 e 7 de julho, em Guaraí, a Agência de Defesa Agropecuária (Adapec) promoverá uma capacitação sobre fiscalização móvel direcionada aos fiscais e inspetores de defesa agropecuária que atuam nas barreiras volantes do Estado. O curso, que contará com aulas teóricas e práticas, contará com o apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF). O Objetivo é a valorização dos servidores e a modernização das atividades com vistas à manutenção da vigilância zoofitossanitária.

O Tocantins conta com 14 barreiras móveis, distribuídas em todas as regiões do Estado. Nelas trabalham 56 profissionais, de forma contínua por meio de escalas, onde realizam a abordagem em trânsito para fiscalização animal e seus produtos, além da área vegetal. “As barreiras volantes são um grande reforço para assegurarmos as condições sanitárias, evitando prejuízos econômicos causados por doenças e pragas, além de resguardamos a saúde da população, através da fiscalização de produtos de origem animal”, destaca o presidente da Adapec, Humberto Camelo.

De acordo com a gerente de avaliação, controle e fiscalização animal da AdapecLaudicéia Teles, entre os principais temas a serem abordados estão: legislação, preenchimento de auto de infração, além da participação da PRF que falará sobre abordagens e demonstrará na prática a forma de atuação. “Os profissionais terão a oportunidade de aprimorar os conhecimentos sobre as ações estratégicas que facilitará seu desempenho, tanto para melhor segurança no trabalho quanto para desenvolver melhor suas funções”, disse.

O trabalho da barreira móvel consiste em abordar veículos para conferência de documentação e carga. A previsão da Agência é levar, no segundo semestre deste ano, mais dois cursos nesta área a todos os profissionais que trabalham nas barreiras móveis.

Dados barreiras móveis

Em 2016, as barreiras volantes do Tocantins fiscalizaram 21,6 mil veículos em todo o Estado. Destes, 16,8 mil transportavam 1,8 milhões de animais.  O restante, num total de 4,8 mil veículos transportavam verduras, frutas, mudas e sementes.

Sua opinião é muito importante: