Palmas é apontada como a 36ª do país em mobilidade e acessibilidade

359

Exibindo 51d6acf60dcd6b7c1b24b20423e87544.jpg

Dentre mais de 500 municípios brasileiros avaliados pelo ranking Connected Smart Cities, elaborado pela consultoria Urban Systems para a revista EXAME, Palmas ocupa a 36ª posição no quesito mobilidade e acessibilidade, avançando quatro posições na comparação com o ranking do ano passado, quando o 40º lugar. Ciclovias, aeroportos, rodoviárias, rampas de acessibilidade e transporte coletivo são alguns dos quesitos avaliados pela consultoria, sediada na capital paulista e especializada em “Pesquisa comportamental e análise de dados estatísticos em mapas digitais, para dimensionamento de mercados e levantamento de tendências em mercados e cidades”.

Exibindo ce118d4e49eb7f9824676200924175eb.jpg

Cidade é movimento. Cidade em movimento. Mobilidade e acessibilidade ditam o ritmo em que o cidadão se move nesse imenso organismo vivo que é a cidade. De acordo com o secretário executivo de Infraestrutura, Serviços Públicos, Trânsito e Transporte, Jocélio Santos, Palmas possui um ônibus coletivo para cada 870 automóveis circulando e também um ônibus para cada 1400 habitantes. “A média mensal de passageiros que usam transporte coletivo na cidade é de 1.654.256 de giros na catraca/mês. Temos 91 ônibus climatizados e 100% da frota com rampas ou plataformas que garantem acessibilidade a cadeirantes ou pessoas com mobilidade reduzida. Outro dado importante é que a idade média da frota que circula em Palmas é de 4,72 anos por veículo”, destaca o gestor.

Critérios avaliados

Exibindo ed1e24a84f5ea5f1f4004532098b63a5.jpg

Oito critérios são usados pela pesquisa da Revista EXAME para mensurar o nível ideal de acessibilidade e mobilidade e assim avaliar as cidades – proporção entre ônibus e automóveis; idade média da frota dos veículos de transporte públicos; quantidade de ônibus por habitante; variedade dos meios de transporte; extensão de ciclovias; existência de rampas de acessibilidade; número de voos semanais ofertados; e qualidade do transporte rodoviário.

Algumas inovações recentes demonstram a preocupação da gestão municipal em melhorar os serviços ofertados ao cidadão, como a implantação de uma linha de transporte urbano ligando as principais unidades de saúde da Capital e a instalação de 30 novas paradas de ônibus até dezembro deste ano com estrutura metálica de cobertura termoisolante, sinal Wi-Fi grátis para o usuário e entradas USB para recarga de celulares a partir da geração de energia produzida por placas de captação de energia solar. A primeira, com 24 metros quadrados, já foi entregue no mês passado no Jardim Taquari.

7e6c952e802673860c7169f1d0777df0

“Essa oferta de tecnologia, praticidade e qualidade ao usuário será ampliada de forma a contemplar várias regiões da cidade” ressalta Jocélio Santos, destacando que as novas paradas contam ainda complemento do monitoramento por câmeras e de faixa de pedestre com sensor para iluminação à noite a fim de facilitar a visualização da travessia de pedestres por condutores a uma distância de 800 metros.

Sua opinião é muito importante: