Presídio de Segurança máxima no Tocantins tem maior número de projetos de ressocialização

635

_MUF6707

Considerada como uma casa penal modelo no Tocantins, a Unidade de Tratamento Penal Barra da Grota (UTPBG), em Araguaína, recebeu a visita da secretária de Estado da Cidadania e Justiça, Gleidy Braga, na sexta-feira, 30 de junho, pouco antes de ela participar da solenidade de entrega de veículos, armamentos, munições, uniformes e carteiras funcionais para o Sistema Penitenciário, naquele município, ao lado do governador Marcelo Miranda. A UTPBG tem capacidade para até 468 reeducandos e comporta 453 atualmente, distribuídos em três pavilhões.

 

A unidade prisional é considerada de segurança máxima e conta com sofisticado sistema de monitoramento por câmeras, vigilância externa e interna, incluindo Speed Domes, que são câmeras com alta qualidade de imagem e definição, que giram 360º e podem dar zoom aproximando pessoas ou objetos muito distantes e reforço de cães guarda. “A Barra da grota é diferenciada, pois é a única unidade penitenciária entre os 43 estabelecimentos penais que temos no Tocantins. Aqui não há superlotação”, afirma a gestora.

 

É nesta unidade onde é desenvolvido o maior número de projetos de ressocialização. Ao todo, são 12 projetos desenvolvidos em parceria com o Poder Judiciário, outros com a participação da Defensoria Pública Estadual (DPE), do Conselho da Comunidade, do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e do Ministério Público Estadual (MPE), entre outros, pois esse é o modelo de gestão social defendido nos estabelecimentos penais pelo Governo do Estado. “O juiz Antônio Dantas tem sido um grande parceiro na unidade da Barra da Grota, sempre disposto em ofertar cada vez mais atividades de ressocialização e de remição de pena. Tanto que boa parte dos projetos atuais são acompanhados pessoalmente por ele, a quem só temos que agradecer”, disse Gleidy Braga.

_MUF6738

A secretária Gleidy Braga conversou com o diretor na unidade, Elizeu José dos Santos, e demais servidores. “O Sistema Penitenciário do Tocantins passa por um momento de transformação, para melhor. Este ano de 2017 conseguimos implementar significantes melhorias, seja nas instalações prediais das unidades, com reformas e ampliações, na aquisição de armamentos e veículos, em mecanismos que ajudam na execução da política pública prisional e na chegada de mais de 700 novos servidores efetivos. Tudo isso já nos permite viver esse novo momento. Vocês que estão na ponta dos trabalhos, dentro das unidades, tem a missão de conduzir o sistema da melhor forma possível”, disse a gestora.

 

A secretária também reuniu com os novos servidores, e a eles disse que o Governo do Estado está confiante na capacidade deles de atuar dentro das unidades prisionais, pois foram devidamente treinados para isso. “Concluída essa fase de finalização do concurso, que deve incluir os colegas do Sistema Socioeducativo, vamos focar em mais formação de vocês por meio da Escola Penitenciária. Minha ideia é capacitação constante. Inspirem-se nos servidores que estão nas unidades há mais tempo, que o aprendizado será completo”, incentivou.

 

Fábrica de blocos

Na UTPBG, a secretária Gleidy Braga acompanhou a fábrica de blocos de concreto que emprega sete reeducandos, o espaço destinado às aulas de música, montado com instrumentos doados pelo juiz da 2ª Vara de Execução Penal de Araguaína, Antônio Dantas, e o projeto PanificAção, que resulta de um convênio do Governo do Estado com o Departamento Penitenciário Nacional (Depen) do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

 

O projeto prevê a instalação de panificadoras industriais nas 03 maiores unidades prisionais do Tocantins, começando pela Unidade de Tratamento Penal Barra da Grota (UTPBG). Nesse projeto, os pães produzidos pelos reeducandos serão para consumo interno na unidade, para a venda e também para doações a projetos sociais. A partir disso, eles terão o benefício da redução na pena, o que chamamos de remição pelo trabalho.

 

Nas visitas de rotina às unidades prisionais, Gleidy Braga confere o andamento dos trabalhos e apura necessidades de melhorias, tanto na segurança, como em infraestrutura e de ações de ressocialização dos reeducandos.

 

Entregas

Ainda no dia 30, ao lado do governador Marcelo Miranda e da primeira-dama e deputada federal Dulce Miranda, entre outras autoridades, Gleidy Braga, participou da solenidade de entrega de armamentos, munições, dois furgões-cela, um para a UTBG e outro para a Casa de Prisão Provisória de Augustinópolis, uniformes e carteiras funcionais para os novos servidores do Sistema Penitenciário.

Sua opinião é muito importante: