Em evento, governador pede respeito e responde críticas: “O Estado não está parado”

588

marcelo miranda

O governador Marcelo Miranda lançou a campanha Meu Lote Legal nesta quarta-feira, 5, e fez discurso conciliador.

Ele começou o discurso dando ênfase nas histórias de pessoas importantes ali presentes no evento.

“Somos do tempo do IDAGO – Instituto de Terra do Goiás. Agora temos o INTERTINS. Temos que tirar do dicionário do Tocantins invasões, não podendo permitir isso mais. O Tocantins é visto como terra de ninguém. Estamos regularizando coisas de 40 anos atrás”, disse.

O governador agradeceu a sensibilidade da Assembleia Lesgislativa e dos cartórios, e pediu respeito mútuo dos colegas de trabalho.

“Não são só seis mil beneficiários. Vamos expandir mais ainda. O momento é de dificuldade mas temos que superar”, frisou.

O governador continuou: “Eu acredito que essa regularização da segurança às famílias. Não vou entrar na parte jurídica e nem política. Meu governo é humano e conhece os 139 municípios. Desde a época de Goiás eu ando no norte, hoje Tocantins”, frisou.

O Chefe do Executivo ressaltou a importância do Programa. “Por isso que não tem sido em vão quando você trabalha pensando no amanhã. Essa medida que foi transformada em projeto de lei nos chamou muita atenção nos custos. Uma família terá economia de até 3 mil reais em média. O que estamos fazendo agora é visão de pessoas que querem o bem”, disse.

Ele ainda completou: “Por isso esse programa é sinal de quem pensa no presente e futuro respeitando as pessoas”, disse.

Ele continuou o discurso falando de regularização. “Nós estamos discutindo regularização urbana, fundiária e rural. Temos que cuidar das propriedades que não tem título. Aí vamos sanear o que precisa”.

O governador deu ênfase em governar pela terceira vez, e em ter segurança jurídica.

” A família tem que passar a acreditar no governo. O governo quer ser amigo de vocês . A sociedade está dizendo outra coisa. Devemos ser respeitados.Esta é a Realidade de uma equipe que pensa no presente. Esses quatro líderes aqui que representam a Câmara merecem aplausos, pois eles discutem com gosto . A Câmara municipal tem um papel fundamental nesse processo”, citou ao exaltar a Câmara.

O governador falou em respeito: “O debate é importante quando há respeito mútuo. O governo está de portas abertas para a sociedade. Criticas construtivas me animam, mas dizer que o Estado está parado como temos ouvido!? Está parado pra quem não conhece o Estado direito. Vamos nos unir e trabalhar mais”, disse sem citar nomes mas possivelmente se referindo às críticas da senadora Katia Abreu à sua gestão.

“Para encerrar quero dizer que essas regularizações não vão parar por aqui. Porque eu não errei quando convidei minha equipe de trabalho. Se errei em algum setores foi tentando acertar. Eu sabia que hoje estaríamos unidos para dizer que o Tocantins não precisa só de uma pessoa”, chegou a dizer.

Ele citou os governadores anteriores e disse que cada um fez sua parte. E frisou que Palmas está crescendo por quê as pessoas estão acreditando.

“O Estado não precisa só de uma pessoa. Mas de quem respeita.
Muito obrigado pela equipe que é fundamental. Todo mundo aqui é político mas vamos fazer uma política de respeito”, disse.

“O governo do Estado mais uma vez dá uma resposta de respeito. Nós estamos entregando o futuro dos seus filhos e netos. Eu estou querendo trabalhar mais. Minha gratidão às famílias que vão receber seu registro. Eu sou homem feliz porque eu sei o que estou fazendo”, encerrou.

A cerimônia no Palácio Araguaia reuniu o primeiro escalão do governo.

Texto: (Colaborou Hellen Maciel – Gazeta do Cerrado)

Sua opinião é muito importante: