Pelo menos seis crianças teriam sido vítimas de abusos de professor em Escola

955

A Polícia Civil concluiu o primeiro inquérito contra o professor voluntário Carlos Alberto Rex, suspeito de estuprar crianças em escolas de Palmas e abriu uma nova investigação contra ele. A delegada responsável pelo caso, Maria Ribeiro de Sousa Neta, informou que o inquérito concluído trata do abuso de uma criança de sete anos em uma escola particular na capital. Os casos que aconteceram dentro da Escola de Tempo Integral Padre Josimo Tavares estão na nova investigação.

whatsapp-image-2017-07-12-at-3.42.24-pm

A polícia suspeita que pelo menos seis crianças foram vítimas de abusos do professor na capital. Ele era voluntário do programa ‘Mais Educação’, do governo federal. O homem teria confessado os crimes durante o depoimento, de acordo com a delegada.

De acordo com a denúncia, o professor teria passado a mão nas partes íntimas das vítimas, algumas com apenas sete anos de idade. A mãe de uma delas contou como soube do que estava acontecendo.

“eu descobri quando uma mãe ligou pra mim, que tinha acontecido com a filha dela, que ele tinha passado a mão nas partes íntimas na filha dela, uma outra aluna amiguinha dela. Aí foi que eu fui perguntar pra ela e ela disse: não mãe, o tio, se escondendo, o tio passou sim a mão no meu bumbum”, contou.

A delegada explicou que neste caso o professor vai responder por estupro de vulnerável. “O fato do autor somente tocar nas partes íntimas de uma criança ou de um adolescente já é considera estupro de vulnerável.”

As mães contam que o homem procurava locais da escola que não eram monitorados para cometer os crimes. “Ele levou ela pra uma sala que tinha câmera, aí ela disse que notou que quando ele viu que tinha câmera, pegou ela e levou pra outra sala que não tinha câmera.”

Caso parecido

Em junho outro professor voluntário do mesmo programa foi preso após assediar uma aluna de 10 anos de idade. Mensagens encontradas no celular da garota confirmaram o assédio. Ele foi preso enquanto tentava arrastar a menina para um matagal. A avó da vítima percebeu a mudança de comportamento e acionou a polícia, que fez a prisão em flagrante.

Sua opinião é muito importante: