Leis que autorizam empréstimo de R$ 583 milhões são sancionadas

59

Foram sancionadas e publicadas no Diário Oficial do Estado as leis que autorizam a tomada de empréstimos no valor de R$ 583 milhões pelo governo do Tocantins. Os empréstimos foram aprovados pela Assembleia Legislativa em setembro e a verba deve ser investida em ações de saúde, educação, segurança pública, gestão e infraestrutura. O dinheiro deve ser emprestado pela Caixa Econômica Federal.

Palácio Araguaia, sede do governo do Tocantins, localizado em Palmas, TO, BR.
Palácio Araguaia, sede do governo do Tocantins, localizado em Palmas, TO, BR.

São dois empréstimos, um de R$ 453 milhões e outro de R$ 130 milhões. O segundo deve ser investido na construção de uma ponte sobre o rio Tocantins, em Porto Nacional.

Os empréstimos devem ser divididos com todos os 139 municípios. O dinheiro deve possibilitar a duplicação de algumas rodovias e pavimentação em cidades, além de obras em hospitais e também a construção de uma ponte sobre o rio Tocantins.

A aprovação das leis teve polêmicas na Assembleia Legislativa. A principal envolveu a verba para duplicação da TO-222. Os parlamentares da região de Araguaína, onde fica a estrada, queriam que o valor liberado para a obra fosse de R$ 86,5 milhões, mas conseguiram aprovar apenas R$ 42 milhões para o projeto.

A votação, em dois turnos foi apertada e terminou com 14 votos favoráveis e 10 contrários no segundo turno.

A maior parte dos recursos, R$ 208 milhões, ficou disponível para as prefeituras indicarem como devem ser aplicadas. O segundo maior valor foi para a construção da nova ponte sobre o rio Tocantins em Porto Nacional.

Sua opinião é muito importante: